Danças Folclóricas Brasileiras – Centro-Oeste


RETIRADO de http://www.unicamp.br/folclore/Material/extra_dancas.pdf

IMPORTANTE: NÃO SOU O AUTOR destas linhas abaixo e gostaria muitíssimo que o nome do distinto figurasse aqui no início. Segue a bibliografia abaixo.

-x-x-x-x-

DANÇAS FOLCLÓRICAS BRASILEIRAS

Entende-se por Danças Folclóricas as expressões populares desenvolvidas em conjunto ou individualmente, frequentemente sem sazonalidade obrigatória. Tudo indica que é na coreografia que reside seu elemento definidor. Existe grande número delas no Brasil. Para a organização do inventário que se segue, foi necessária uma seleção, aqui definida pelos critérios de abrangência nacional e por algumas particularidades, regionais e/ou locais.

Região Centro-Oeste

· Caninha-verde (toda a região) – consta de uma roda de homens e mulheres que cantam e dançam permutando de lugares e formando pares. Os textos cantados são tradicionais e circunstanciais, acompanhados por viola, violão e pandeiro.

· Catira (GO) – semelhante à existente no sudeste, esta dança é executada por homens que sapateiam, rodopiam e palmeam um ritmo sincopado, intercalando com moda de viola, executada por dois violeiros.

· Siriri (MT) - dança de pares soltos que se organizam em duas fileiras, uma de homens e outra de mulheres. No meio delas ficam os músicos. O início é dado com os homens cantando o “baixão”, acompanhados das palmas dos demais participantes. A seguir um cantador “joga” uma quadra que é repetida por todos. Neste momento um cavalheiro sai de sua fileira e se dirige à dama que lhe fica à frente, fazendo-lhe reverência e voltando ao lugar inicial. A dama o acompanha até o meio do caminho, quando então se dirige a outro cavalheiro retorna também ao seu lugar inicial. Este cavalheiro repetirá a movimentação do primeiro, e a dança assim prossegue até que todos os participantes tenham feito este solo. Os passos não têm marcação rígida, isto é são individualizados. O acompanhamento musical pode ser apenas rítmico, executado em tambor e reco-reco; às vezes também apresenta instrumentos melódicos, como a sanfona e a viola de cocho.

· Tambor (GO) – executada com um solista no centro de um círculo formado pelos dançadores. O ritmo é marcado por tambores e o canto é coletivo. A coreografia, desenvolvida pelo solista, distingue partes que recebem denominações específicas: “Jiquitaia”, “Serrador”, “Negro-velho”. A troca de solistas no centro da roda se processa através da umbigada.

· Vilão (GO) – dança de conjunto cujos participantes se subdividem pela função: Batedores, Balizadores, Músicos, Regente e Chefe do grupo. Organizados em semicírculo, os Batedores, trazendo longos bastões de madeira, dão batidas nos bastões do parceiro, ao ritmo da marcação do apito do Regente e da execução musical da banda. Há uma série de movimentos que compreendem giros de corpo, volteios dos bastões, troca de lugares, encerrando com uma sequência de sete outros gestos rapidíssimos, chamados “Cerradinhos”, que constam de batidas realizadas com os batedores agachados.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CASCUDO, Luis da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. Rio de Janeiro: Ed. Melhoramentos, 1976, 4ª
ed.
DANTAS, Beatriz Góes. A Dança de São Gonçalo – Cadernos de Folclore nº 9. Rio de Janeiro: Funarte/MEC,
1976.
FERRETTI, Sérgio F. (Coord.). A Dança de Lelê. São Luis: Fund. Cultural do Maranhão, 1977.
FRADE, Cáscia. Folclore Brasileiro – Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1979.
____________. (Coord.). Cantos do Folclore Fluminense. Rio de Janeiro: Presença Ed., 1986.
LACERDA, Regina. Folclore Brasileiro – Goiás. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1977.
MARTINS, Saul. Folclore Brasileiro – Minas Gerais. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1982.
MELLO, Veríssimo de. Folclore Brasileiro – Rio Grande do Norte. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1977.
MENDES, Noé. Folclore Brasileiro – Piauí. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1977.
MONTEIRO, Mário Ypiranga. Livronal. Manaus: Jorge Tufic Ed., sem data.
NEVES, Guilherme Santos. Folflore Brasileiro – Espírito Santo. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1978.
ROCHA, José Maria Tenório. Folclore Brasileiro – Alagoas.Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1977.
RODERJAN, Rosely V. R. Folclore Brasileiro – Paraná. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1981.
SERRAINE, Florival. Folclore Brasileiro – Ceará. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1978.
SOARES, Doralécio. Folclore Brasileiro – Santa Catarina. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1979.
VALENTE, Valdemar. Folclore Brasileiro – Pernambuco. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1979.
VIANNA, Hildegardes. Folclore Brasileiro – Bahia. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1981.
VIEIRA FILHO, Domingos. Folclore Brasileiro – Maranhão. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1977.

About these ads

232 thoughts on “Danças Folclóricas Brasileiras – Centro-Oeste

  1. a dança que preciso pesquisar e a danca do marimbondo, palminha, recortado, serra moreninha, carvalhada e cururu, não estou conseguindo encontrar, se puder me auxiliar, desde que isto não me traga insegurança no caso de receber email desconhecido, estarei grata.


    • Prezada:

      Mandei um email para o endereço que surgiu aqui pra mim. Espero que o tenha recebido. Caso não, sugiro que leia outra vez as danças da região Sudeste e Nordeste. A cavalhada ocorre também em Goiás. Recortado é um ‘passo’ dentro da Catira ou Cateretê. Serra moreninha, eu desconfio que seja apenas uma música cantada, assim como a dança do marimbondo pode ser alguma coreografia para a musica Marimbondo Amarelo.

      No mais, um grande abraço Romançal e fique na Paz.

  2. Boa noite ! Sou professora de Ed.Artística – Artes Plásticas, trabalho em escola estadual e particular, com tumas de ensino fundamental(2º ano á 9ºano)e ensino médio. Encontro muita dificuldade de conseguir material audio-visual,para tornar minhas
    mais interessantes e dinâmicas. Tambem desenvolvo com as turmas trabalhos de expressão oral e corporal,ou seja , os alunos represantam as regiões através de dramtizações e das danças foclóricas regionais.
    Como as escolas podem adquirir esse material?
    Desde de já fico grata, aguardando resposta.

    • Prezada:

      Enviei uma mensagem para o endereço de email que me apareceu aqui. Basta respondê-lo.

      Um grande abraço Romançal e fique na paz de Deus.

      O autor.

    • Muito obrigada! Fiquei muito felizzzzzz lendo isso tudo aqui. Só tentem por mais fotos e videos, tipo, do youtube!

      bjuuuussssss

  3. · Siriri (MT) – dança de pares soltos que se organizam em duas fileiras, uma de homens e outra de mulheres. No meio delas ficam os músicos. O início é dado com os homens cantando o “baixão”, acompanhados das palmas dos demais participantes. A seguir um cantador “joga” uma quadra que é repetida por todos. Neste momento um cavalheiro sai de sua fileira e se dirige à dama que lhe fica à frente, fazendo-lhe reverência e voltando ao lugar inicial. A dama o acompanha até o meio do caminho, quando então se dirige a outro cavalheiro retorna também ao seu lugar inicial. Este cavalheiro repetirá a movimentação do primeiro, e a dança assim prossegue até que todos os participantes tenham feito este solo. Os passos não têm marcação rígida, isto é são individualizados. O acompanhamento musical pode ser apenas rítmico, executado em tambor e reco-reco; às vezes também apresenta instrumentos melódicos, como a sanfona e a viola de cocho.

  4. vlw trabalho atrasado de geografia sobre cultura popula centro-oeste =p agora é so apssa pro pessoal imprimir =p vlw ai

  5. Esse site é dimais adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

  6. essa historia foi muito e áte minha mãe gostou essa historia!
    adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii…!
    obrigado pela historia tá ctao áte mais!

  7. Nossa, achei muito bom, isso me ajudou muito, isso é muito interessante, se não fosse por isso eu iria tirar um 7,0, mas com isso ficará mais completo e então tirarei no Mínimo um 9,0!!

  8. Muito bom!
    Mas explica bem o tipos de danças, mas bem que vocês podiam melhorar não é não??beijos e boa sorte com os estudos pessoal!

  9. Noss e muit bom esse site tirei 9,75 e muit legal e tbm nao so tbm tirei nota e tbm como o melhor trabalho da classe vlw

  10. eu adorei este site foi muito bem criado fala sobre coizas imprecionantes que nem sabia que existia na minha regiao e emprecionante!!!

  11. doleeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei isso que é um trabalhão !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. ameiiiiiiiii muito este trabalho é bom pro meu teste eu estou na 4 serie e estava precisando muito disso vale nota pra eu passar de serie!!!!td mundo ficou em cima de mim so por causa que eu tirei um 10 minha mãe adorou esse site é ótimo para quem estava precisando de algo assim muito obrigada pela chance!!!! =D

  13. Seu site é ótimo, mais infelizmente não é oq eu procurava, algumas informações daki me ajudaram muito mais oq eu procuro mesmo não axo de jeito nenhum ;(

    BJS S2′

  14. até que em fim estou fazendo um trabalho de arte minha professora é uma bruxa e pra piorar estou entregando o trabalho atrazada huuuuuuuuuuummmmmmmmmmmm to ferrada a bruxa vai voar no meu pescosso

  15. eu to precisando de 10 tipo da dança folclorica, para montar um cartaz no colegio do meu filho. é pra amanha por facor me ajudem.
    e tem que ser também de pessoas dançando a dança folclorica.
    agradeço a sua atenção.
    ,
    att.cristina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s