Chapéu de Sol, NÃO ‘sombrinha’ do frevo…


Retirado de Jornal do Commercio

A SOMBRINHA CHAPÉU-DE-SOL! – O passista a conduz como símbolo do frevo e como auxílio em suas acrobacias. Em sua origem, não passava de um guarda-chuva conduzido pelos capoeiristas como arma para ataque e defesa, já que a prática da capoeira estava proibida. Com o decorrer do tempo, esses guarda-chuvas deram lugar a uma sombrinha CHAPÉU-DE-SOL! colorida com aproximadamente 50 centímetros de diâmetro.

Caburé falando: Moro no Rio de Janeiro e, durante o Pan-Americano, evento esportivo, dividiu-se um certo trecho da praia com algumas tendas e, espalhados por elas, estandes, cada qual com seu devido estado. Ao me ‘aprochegar’ do de Pernambuco (minha nação querida!) fui logo perguntando: quanto custa essa ‘sombrinha’, senhor?

Ele me olhou sério, como um pai que censura o filho, e falou: em primeiro de tudo, isso NÃO É sombrinha; é um chapéu-de-sol. E em segundo, não está à venda, é apenas para ilustrar nossa cultura e melhor difundí-la.

Nunca mais esquecerei isso! Podem ter certeza.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s