Brasil em Santo Domingo


Retirado da página do MinC

Brasil em Santo Domingo
Literatura, carnaval, filmes, exposições, música e outras atrações serão levadas para a 12ª edição da Feira do Livro da capital dominicana

Uma mostra da multiplicidade da cultura brasileira estará em destaque na República Dominicana durante a 12ª Feira Internacional do Livro de Santo Domingo (FIL 2009), que acontecerá entre 20 de abril e 3 de maio. O Brasil é o país convidado de honra desta edição, que dedica seus trabalhos à figura humana e ao intelectual, escritor e político Juan Bosch (1909-2001), ex-presidente do país caribenho. A Secretaria de Cultura do governo dominicano é a responsável pelo evento.

O ministro da Cultura do Brasil, Juca Ferreira, vai prestigiar a feira nos dias 2 e 3 de maio. A cerimônia de abertura contará com a presença do secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do MinC, Américo Córdula. Pelo MinC, também comparecem à feira o coordenador de Articulação Federativa do Programa Mais Cultura, Fabiano dos Santos; o secretário-executivo do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL), José Castilho; o gerente de Cooperação e Assuntos Bilaterais da Diretoria de Relações Internacionais, Bruno Melo; dentre outros dirigentes e técnicos.

Durante o evento, que acontecerá na Praça Juan Pablo Duarte, o Brasil vai desenvolver uma ampla programação, elaborada pelo Ministério da Cultura, por meio da Coordenação-Geral de Livro e Leitura (CGLL), Fundação Biblioteca Nacional (FBN), Diretoria de Relações Institucionais (DRI), e pela Câmara Brasileira do Livro (CBL).

Antônio Nóbrega, músico, ator e dançarino
Diversificação de Atividades – O programa brasileiro é diversificado e repleto de atividades. Inclui lançamentos de livros, projeção de filmes, oficinas de literatura e também de carnaval, conferências, apresentações de capoeira, peças teatrais, além de poesia e fotografia. Também haverá leitura de poemas, palestras, seminários, mesa redonda sobre políticas públicas culturais, explanação sobre o mercado editorial, aulas de português – a cargo do Centro Cultural Brasil – República Dominicana, vinculado à Embaixada do Brasil naquele país, e muitas outras atrações.

O primeiro espetáculo brasileiro a ser apresentado em Santo Domingo será Nove de Frevereiro, com o músico, ator e dançarino Antônio Nóbrega, que faz uma abordagem criativa do Frevo, o tão famoso e conhecido gênero musical pernambucano. A apresentação será no dia 21 de abril, às 20h, na sala principal do Teatro Nacional Eduardo Brito.

Livros e Filmes – As atividades culturais vão se desenvolver em vários locais. No Pavilhão do Brasil, por exemplo, haverá uma exposição sobre Machado de Assis, seminários, conferências e uma série de outras atrações, como o lançamento dos livros Trapézio (tradução ao português), de Noé Zayas, marcado para 30 de abril, às 20h, e, ainda, Titã, de Cristiane Grando e Ángel Ortega, no dia 1° de maio, também às 20h. No dia 29 de abril, desta vez no Café Bohemio, às 17h, haverá o lançamento do livro Estilhaços no Lago de Púrpura, de Wilmar Silva.

Outra atração de destaque será a Mostra Audiovisual, que inclui longas-metragens, curtas-metragens, documentários e filmes de animação. Os longas e alguns documentários serão projetados na Cinemateca Dominicana, sempre às 20h. As demais produções serão exibidas na Videoteca Jean Louis Jorge, no horário das 16h.

Dentre os filmes de longa-metragem estão Carlota Joaquina, Princesa do Brasil, de Carla Camurati (21 de abril); Cidade dos Homens, de Paulo Morelli (22 de abril); PodeCrer, de Arthur Fontes (23 de abril); e O Ano que meus Pais Saíram de Férias, de Cao Hamburger (24 de abril).

Carnaval – O colorido todo especial do carnaval brasileiro será levado à FIL 2009. A partir do dia 22, sempre às 10h, no Pátio Espanhol do Museu de Arte Moderna, os artistas plásticos Alberto Pitta e Ray Vianna administrarão, respectivamente, as oficinas de Decoração de Rua para o Carnaval e de Confecção de Fantasias de Carnaval. Outra atividade que chamará a atenção do público será a exibição de imagens da maior festa brasileira, marcada para as 18h do dia 22, no Pavilhão do Brasil.

Além das oficinas, estão programados seminários sobre o tema. Um deles será A Economia do Carnaval, com os expositores Paulo Miguez, ex-secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura, e Luciana Azevedo, presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

Outro interessante tema será Literatura e Carnaval, com as exposições do escritor, compositor e pesquisador Fred Góes e ainda de Carlos Rojas Osorio e Emília Pereyra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s