Danças Folclóricas Brasileiras – Nordeste


Retirado de http://www.unicamp.br/folclore/Material/extra_dancas.pdf

IMPORTANTE: NÃO SOU O AUTOR destas linhas abaixo e gostaria muitíssimo que o nome do distinto figurasse aqui no início. Segue a bibliografia abaixo.

DANÇAS FOLCLÓRICAS BRASILEIRAS

Entende-se por Danças Folclóricas as expressões populares desenvolvidas em conjunto ou individualmente, frequentemente sem sazonalidade obrigatória. Tudo indica que é na coreografia que reside seu elemento definidor. Existe grande número delas no Brasil. Para a organização do inventário que se segue, foi necessária uma seleção, aqui definida pelos critérios de abrangência nacional e por algumas particularidades, regionais e/ou locais.

Região Nordeste

· Cavalo Piancó (PI) – originária do município de Amarante, cavalheiros e damas, formando pares, compõem um círculo e dançam imitando o trote de um cavalo manco. O andamento musical varia entre apressado e moderado e a coreografia às marcações determinadas pela letra: trote apressado, trote requebrado, batidas de pés, galope saltitante etc. A letra pode ainda ser improvisada, o que influi na coreografia dos dançadores.

· Ciranda (PB, PE) – dança desenvolvida por homens, mulheres e crianças. Os dançarinos formam uma grande roda e dão passos para dentro e para fora do círculo, provocando ainda um deslocamento do mesmo no sentido anti-horário. A música é executada por um grupo denominado “terno”, colocado no centro da roda, tocando instrumentos de percussão – bumbo, tarol, caixa, ganzá – e de sopro – pistons e trombone. As canções, tiradas pelo mestre-cirandeiro e respondidas pelo coro dos demais, têm temáticas que refletem a experiência de vida.

· Coco (toda a região) – difundido por todo o Nordeste, o Coco é dança de roda ou de fileiras mistas, de conjunto, de par ou de solo individual. Há uma linha melódica cantada em solo pelo “tirador” ou “conquista”, com refrão respondido pelos dançadores. Um vigoroso sapateado denominado “tropel” ou “tropé” produz um ritmo que se ajusta àquele executado nos instrumentos musicais. O Coco apresenta variadas modalidades, conforme o texto poético, a coreogra-fia, o local e o instrumento de música. Os “Coco solto”, “Quadras”, “Embola-da”, “Coco de entrega”, “Coco de dez pés” são referidos pela métrica literária; os “Coco de ganzá”, “Coco de zambê”, pela música; os “Coco de praias”, “Coco de usina”, “Coco de sertão”, pelos locais; os “Coco de roda”, “Coco de parelhas ligadas”, “Coco solto”, “Coco de fila”, “De parelhas trocadas”, “De tropel repartido”, “Cavalo manco”, “Travessão”, “Sete e meio”, “Coco de visitas”, pela coreografia. A umbigada é presente em muitas variantes. No Rio Grande do Norte o Coco é chamado “Zambelô”, “Coco de zambê” e “Bamdelô”. Possui um instrumental mais complexo, constituído por atabaques, pequenos tambores, ganzá e afoxé ou maracá.

· Dança de S. Gonçalo (Al, BA, MA, PI, SE) – dança religiosa, organizada em pagamento de promessa devida a São Gonçalo. O promesseiro é quem organi-za a função, administrando todo o processo necessário à realização deste rit-ual. Em Sergipe essa dança é executada somente por homens. A única mulher presente não tem papel ativo. Este grupo é constituído por: “Patrão”, “Mari-posa”, “Tocadores”, “Dançadores”. Patrão e dançadores usam trajes especiais. O primeiro veste-se de marinheiro, por influência do mito; os demais usam indumentária que revela influência árabe: anáguas e longas saias floridas, blusa de renda branca cavada, xale colorido em diagonal no peito, turbante envolvido em fitas multicores, colares e pulseiras. A coreografia consta de uma série fixa de evoluções que se repete a cada jornada.

· Dança do Lelê (MA) – também conhecido pelos nomes de Péla ou Péla-porco, o Lelê é dançado em pares dispostos em filas lideradas pelos “cabeceiras” ou “mandantes”, “de cima” e “de baixo”. Esta dança compreende quatro partes distintas: “Chorado”, “Dança Grande”, “Talavera” e “Cajueiro”. Os instrumentos musicais são a rabeca, o pifano, castanholas artesanais, violão, cavaquinho e pandeiro. Os cantos, improvisados, são inspirados em acontecimentos do cotidiano. O Lelê é dança de salão sem dia nem mês específicos, embora possa ser organizada como dança votiva ou fazer parte da Festa do Divino e de outros santos populares.

· Espontão (RN, PB) – o nome deriva da meia-lança usada pelos sargentos de infantaria no século XVIII. É realizada por grupo de homens negros, cada um deles trazendo uma pequena lança com a qual desenvolvem uma coreografia que simula guerra. O chefe, denominado “Capitão da lança”, é o que leva a lança grande. percorrem as ruas ao som de tambores marciais; nas casas que visitam dançam agitando a lança e os espontões, realizando saltos de ataque, recuos de defesa, acenos guerreiros, numa improvisação que revela grande destreza nos movimentos. Não há cânticos mas acompanhamento rítmico produzido nos tambores marciais.

· Frevo (PE) - embora esteja praticamente em todo Nordeste, é em Pernambuco que o Frevo adquire expressão mais significativa. Dança individual que não distingue sexo, faixa etária, nível sócio-econômico, o frevo frequenta ruas e salões no carnaval pernambucano, arrastando multidões num delírio contagiante. As composições musicais são a alma da coreografia variada, complexa, acrobática. Dependendo da estruturação musical, os frevos podem ser canção, de bloco ou de rua. A coreografia recebe denominações específicas: “Chã-de-barriguinha”, “Saca-rolha”, “Parafuso”, “Tesoura”, “Dobradiça”, “Pontilhado”,
“Pernada”, “Carossel”, “Coice-de-burro”, “Abanando o fogareiro”, “Caindo nas molas” etc.

· Maculelê (BA) – bailado guerreiro desenvolvido por homens, dançadores e cantadores, todos comandados por um mestre, denominado “macota”. Os par-ticipantes usam um bastão de madeira com cerca de 60 centímetros de com-primento. Os bastões são ba-tidos uns nos outros, em ritmo firme e compassado. Essas pancadas presidem toda a dança, funcionando como marcadoras do pulso musical. A banda que anima o grupo é composta por atabaques, pandeiros, às vezes violas de doze cordas. As cantigas são puxadas pelo “macota” e respondidas pelo coro.

· Pagode de Amarante (PI) – de origem africana, o Pagode de Amarante é desenvolvido com os dançadores formando duas fileiras de pares que se cruzam sem obedecer a marcações coreográficas estabelecidas. Cada par improvisa movimentos com rodopios, sapateado e ginga. A música é executada por dois cantadores e ritmada no “gafanhoto”: consta de um pedaço de pau oco medindo cerca de quinze centímetros de comprimento, batido com um pedaço de madeira, tocado por todos os homens que dançam.

· Tambor de Crioula (MA, PI) – dança das mais recorrentes no Maranhão, é caracterizada pela presença da umbigada, que recebe o nome de “punga”. Desenvolvida com os dançadores em formação circular, a coreografia é executada de forma individual e consta de sapateios e requebros voluptuosos, com todo o corpo, terminando com a “punga”, batida no abdômen de outro participante da roda. Os cantos são repetitivos, à semelhança de estribilho. O ritmo é executado em três tambores feitos de tronco, escavados a fogo. O tambor grande é chamado Socador; o médio, Crivador ou Meão; o pequeno, Pererenga ou Pirerê.

· Torém (CE) – dança de terreiro com participantes de ambos os sexos que se colocam em formação circular, com o dançador solista ao centro. Tocando o Aguaim – espécie de maracá – o solista executa movimentos de recuo e avanço, requebros, sapateios, saltos, além daqueles imitativos de serpente e lagarto, reveladores de destreza e plasticidade. Os demais participantes marcam o compasso musical com batidas de pés enquanto vão girando a roda no sentido anti-horário. A música, à capela, é cantada pelo solista e repetida pelo coro de dançadores. O “mocororó” – suco de caju fermentado – é distribuído
fartamente durante todo o tempo da dança.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CASCUDO, Luis da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. Rio de Janeiro: Ed. Melhoramentos, 1976, 4ª
ed.
DANTAS, Beatriz Góes. A Dança de São Gonçalo – Cadernos de Folclore nº 9. Rio de Janeiro: Funarte/MEC,
1976.
FERRETTI, Sérgio F. (Coord.). A Dança de Lelê. São Luis: Fund. Cultural do Maranhão, 1977.
FRADE, Cáscia. Folclore Brasileiro – Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1979.
____________. (Coord.). Cantos do Folclore Fluminense. Rio de Janeiro: Presença Ed., 1986.
LACERDA, Regina. Folclore Brasileiro – Goiás. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1977.
MARTINS, Saul. Folclore Brasileiro – Minas Gerais. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1982.
MELLO, Veríssimo de. Folclore Brasileiro – Rio Grande do Norte. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1977.
MENDES, Noé. Folclore Brasileiro – Piauí. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1977.
MONTEIRO, Mário Ypiranga. Livronal. Manaus: Jorge Tufic Ed., sem data.
NEVES, Guilherme Santos. Folflore Brasileiro – Espírito Santo. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1978.
ROCHA, José Maria Tenório. Folclore Brasileiro – Alagoas.Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1977.
RODERJAN, Rosely V. R. Folclore Brasileiro – Paraná. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1981.
SERRAINE, Florival. Folclore Brasileiro – Ceará. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1978.
SOARES, Doralécio. Folclore Brasileiro – Santa Catarina. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1979.
VALENTE, Valdemar. Folclore Brasileiro – Pernambuco. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1979.
VIANNA, Hildegardes. Folclore Brasileiro – Bahia. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1981.
VIEIRA FILHO, Domingos. Folclore Brasileiro – Maranhão. Rio de Janeiro: Funarte/MEC, 1977.

About these ads

334 pensamentos sobre “Danças Folclóricas Brasileiras – Nordeste

  1. Gostaria se possível, q vcs me enviassem algumas letras do coco de roda p/ ensaio c/ crianças. Sou educadora da rede municipal de ensino e estou precisando.
    Desde já agradeço a atenção.

    • Prezada:
      Muito nos honra sua visita. Tenho cá comigo um cd da Cila do Coco, e uma ou outra música do Antônio Nóbrega e algumas coisas mais dispersas. Entrarei em posterior contato com a sra, por email, lhe dando mais informações.

      Grande abraço Romançal! \o/

  2. OBRIGADA ME AJUDOU DEMAIS!!!
    MEU TRABALHO VAI PARA FRENTE!!!!
    CONCERTEZA UM DEZ JÁ VEM POR AÍ!!!!
    UM BEIJÃO PARA O AUTOR E SUA EQUIPE!!!
    VOLTO LOGO PARA PESQUISAR TCHAU!!!

  3. sou de santa catarina e vou fazer um auto de natal , e gostaria muito c podesse ter a musica das pastorinhas, das mais antigas pois tentarei usar ela nesse auto de natal. é linda en diz muitos mais que uam simples musica , ja venho nessa agaradecer.

  4. UFA, achei o que precisava, ainda bem, to fazendo um trab. e tá hiperdifícil e a profª é hiiiiperchata…
    VLW

  5. Nossa, muuuito obrigado por postar isto, vai ser a nota da minha prova o trabalho que estou fazendo a respeito disso, mil vezes obrigado!

    beijos.

  6. Eu procurava saber mais sobre o nordeste, como tudo ocorre para uma apresentação do folclore nordestino.

    Gostei!!!

  7. Muito obrigado gostei muito das danças em que falaram pos muitos site mostra coisa manada importante para a pesquisa

  8. Sou professora de Educação Física de Macapá e a festa junina deste ano terá o foco voltado para a região nordeste, por isso esse texto tá demais, valeu!

  9. vlw msm to fazendo um trabalho de geografia , mas q na verdade vale nota pra 3 matérias pra uma exposição ! valeeu !1

  10. legal gostei me ajudou na pesquisa de portugues sobre folclore valeu…………………..

  11. Boa noite.

    Minha filha precisa fazer um trabalho a qual é necessário de 15 músicas folcloricas de cada Estado Brasileiro, eu não estou conseguindo ajudar ela.
    O que vocês podem fazer para ajuda-la?

    Aguardo retorno.
    Iranildes

  12. Complementando!

    A dança de São Gonçalo também ocorre no Estado do Ceará, nos municípios de Juazeiro, São Gonçalo do Amarante, Baturité, Itapipoca.

  13. oie eu adorei de verdadeessa dança e bom quue nos qui vimos aqui fazer traabalho possamos conhescer sua sdanças do nordestes bjussss de julia rosa amei!!!!!!”””””#####%%%%5&77&7&&&++++++++++++++++++adorei

  14. adorei o bom que de tudo issso nos que viemos fazer trabalhos de escolas ou ateh mesmo conhescer as danças do noredeste podemos ter uma chance de conhescer tudo que acontesce no d=nordeste de bom ou de ruim que acontesce por aquelaas profundessas nordestinas Eessa materia me ajudou muioto pro trabalho da escola e no momento estou fazwendo o trabalho sobre isso mas achei muito show esse trabalho Parabens de verdade!!!! bjussss obrigadaaa+==

  15. nao me ajudou mas tudo bem,
    eu queria dancas no norte porque antes deu clicar apareceu que tinha dancas onde eu queria mas na hora que eu apertei nao tinha nada.

  16. NOSSA QUE LEGAL , SABE QUE ASSIM POUCAS PESSOAS GOSTAM DE PROCURAR OQ TEM DE MELHOR NESSAS REGIOES NORDESTE E EM OUTRAS REGIOES TAMBEM..
    E NA CIDADE DE ARRAIAS TAMBEM TEM DANÇAS , AS MARCHINHAS QUE TODO ANO TEM, GOSTARIA MUITO DE UM DIA VCS DE TODO BRASIL VISITAREM MINHA CIDADE DE ARRAIAS…. ABRAÇOS

  17. Nossa ! Valeu mesmo ! Esse site é tudo de bom, não perca de ler tudo o que está escrito , pois não vai perder seu tempo . Gostei muito desse site . Estão de Parabéns ! ! !
    Beiijos !

  18. achei muito egal esse site pois fonesseu tudo, abslutamete tudo que eu queria de danças foucloricas da regiao nordeste.
    parabéns por esse site parabéns ;) ;) ;) ;)

  19. aff, eu não consigo achar o que eu quero sobre as danças tipicas do nordeste, sabe eu quero uma coisa tipo uma coisa mais espeçifica dizendo o nome das danças e dizendo tambem algo sobre aquela determinada dança, então por favor poste algo tipo um resumo de cada coisa, por que assim não dá pra entender nada!
    Ah eu sei eu falo d+…
    Olha meu nome é isabelly e tenho 11 anos e tô atras de alguma coisa sobre a dança nordestina, mas eu nãõ acho, por favor poste algo sobre o que eu quero!!!!!!!!!!!!!!!

  20. esse site esta me ajudando muito na pesquisa de geografia ,pq a professora dividiu em grupos de tres e o meu grupo ficou com a regiao nordeste ,no dia da apresentaçao vamos apresentar comidas ,trajes ,e artesanatos e vou colocar um cd com musicas da regiao quem achar mais alguma que nao seja essas que vou escrever
    forro pe de serra ,baiao;xote;xaxado,coco,cavalo pianco,ciranda ,dança de sao gonsalo,dança do lele ,espontao,frevo , pagode de amarante,tambor de crioula .torem
    obrigaDO A QUEM ME AJUDAR PODEM RESPONDER NESSE MESMO SITE

  21. valeu mas bota o nome do autor e bota mas coisa mas dança mas coisas pq eu precisei botar o nome do autor no trabalho e nao tinha mas valeu ajudou muito!!!!!

  22. Gostei muito, e aprecio o cuidado e o respeito que você tem pelos seus visitantes. Espero que continue este trabaljo, pois é muito dificil encontrar alguém assim, que se dedique pela cultura. Obrigada. Foi de grande ajude.
    Saúde, sorte e sucesso sempre.

  23. parabens me ajudou muito esse site me ajudou no trabalho de educaçao fisica espero tira um dez no trabalho !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! muito obg !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  24. Oiii.. estou procurando danças folcloricas para minha mãe fazer na festa junina da escola .. e quero uma ajudar com letras de musicas desses temas que vocês escreveram… da dança do lelé entres outros .. fico grata si mi ajudarem ..
    ;*

    • meu filho, nao e so em belo horizonte que tem danças boas nao!para a sua informaçao!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  25. o meu professor de dança mandou eu fazer uma pesquisa de todas as danças que ja ensaiamos. e puxa, e chato d+!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  26. Ai que bom q achei esse dite haaahahaa esse por mais incrivel q pareça é um trabalho educaçao física tive pq eu nun vo dançar kk ai sempre preciso fazer trabalho mais ai maeu aliado bjus

  27. cara esse site é 10!!!!!!!!JÁ É O SEGUNDO TRABALHO Q/ FASSO NELE!!!!!!!!!!!! VALEU A PENA FICAR 2 HORAS EM FRENTE AO PC!!!!!!!!!!!!!KKKKKKKKKKKKK!!!

  28. a valorização da cultura deveria ser geral mas são poucos reconhecedores dessa arte designada como folclore arte essa que destingui suas regiões e costumes.

  29. OI! Puxa vida o site é otimo! tambem é um trabalho de escola, minha amiga mandou eu pesquisar pra ela…
    Hum, gostaria de saber se voce tem algum arquivo ensinando ingles, assim tipo coisas basicas, ou algum site qu evc recomenda, eu sempre assisto filme em ingles, ( com legenda, Claro )é uma coisa que eu adoro, Bom depois passo por aqui novamente e vejo se tenho alguma resposta.

  30. Olá!Valeu pelas respostas,eu estou fazendo uma pesquisa para uma apresentação de danças folclóricas eu tenho que falar,explicar e mostrar um pouco sobre nosso folclore e tudo d bom q tem pra nos mostrar e oferecer;e aki eu achei tudo q preciso;valeuuu

  31. gostei mto!! Mas meu professor pediu pra eu pesquizar uma dança com o nome de “Hilo” mas ate agr nada,Mas enfim isso ja da pra fazer um pedaço de meu trabalho

  32. Estou procurando quem pode me informar sobre a dança folclorica dos anos 40 chamada (dança do carritel),em itapipoca, eis algumas frases da música da época, O carritel embolando pelo chão amanhã vou trabalhar no caminhão do coroné……..é mais ou menos assim

  33. Nossa euu tbmm ameiii amigaa !! d++

    bjããããooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo vlwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww

  34. Essas danças são muito legais pois cada um representa a história de cada estados do Nordeste, principalmente a Bahia e o Ceará que são estados folclóricos, culturais e que são estados famosos.

  35. muito bom tenho que fazer um trabalho sobre essas danças mas ficaria mais legal se tivesse as fotos de cada dançla ia ajuda mais ainda

  36. Nossa, muito obrigado me ajudou muiito com meu trabalho de pesquisa. É que na minha escola vaii aver uma amostra cultural dos estado do Brasil, cada sala é um estado e o da minha sala é o Ceará. Gente ta todo mundo convidado é de graça. Quem é de Santo André ( SP) venha conferir, não percam a oportunidade de conhecer um pouco mais da cultura do nosso país.

  37. Quee sitee ótemo!!! Eu gostei muito. Porem acho que precisa melhorar muito nos detalhes fora isso esta otimo ta me ajudando .AH tenho que ir tomar banhoo( adolu ;) aff que calor ,, vou tomar na agua friiaa (dllç)*** kkkkkkkk

  38. Adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii muito a prof da minha escola E.M.E.F.PROF ALCINA SOARES NOVAES. GUARATINGUETA A MELHOR ESCOLA DO MUNDO

  39. eu acho isso muito imoral crianças nao pódem fazer isso ok ,eu mesma que ja tenho 17 anos nao faria isso de jeito nenhim.

  40. Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiii

  41. olá, estou fznd um trabalho sobre floclore do nordeste brasileiro, e isto me ajudou muitoo. o ruim do trabalho é q foi em grupo e eu n gosto de fzr trabalho em grupo pq as pessoas q ficam no meu grupo são muito chatas e n estão nem aí para ganhar nota!!! aí tenho q fzr td sosinha, mas td bem.eu amei esse conteúdo!!!! vlw!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s