Jogo, folclore e músicas – cultura!

RETIRADO DO sitio Folha PE

-x-x-x

Jogo usa folclore e músicas para discutir patrimônio histórico

Fases do jogo passam por Nazaré da Mata, Olinda, Fernando de Noronha e pelo Recife

Tue Aug 30 07:31:00 BRT 2016 – Tatiana Notaro, da Folha de Pernambuco
Divulgação
Jogo traz folclore, ritmos locais e referências culinárias

A preservação do patrimônio histórico de Pernambuco ganhou nova ferramenta com o projeto “A saga do caboclo de lança”, um jogo para smartphone e computadores onde o personagem-herói, o caboclo, vai percorrer o Estado para combater os “malassombros”, criaturas que querem roubar o brilho da cultura local. Desenvolvido pela Cabra Quente Filmes e pela empresa de games Perna Cabeluda, o jogo foi aprovado pelo Funcultura e deve ter a primeira fase lançada até o fim do ano, compatível para iOS e Android.

As fases do jogo passam por Nazaré da Mata, Olinda, Fernando de Noronha e pelo Recife. “Há sempre figuras folclóricas, tudo gira em torno de Pernambuco. O ‘malassombro’ da segunda fase é o Homem da Meia-Noite, a ‘força’ do caboclo vem do caju”, comenta Hamilton Costa Filho, da Cabra Quente. Os desenhos são claros quanto ao local de cada fase, há presença dos ritmos locais (maracatu, na primeira fase; frevo, na segunda…) e referência à culinária, com cuscuz, espetinhos, queijo de coalho. Com versões em português, inglês e espanhol, os desenvolvedores planejam uma divulgação mundial. “As pessoas no Japão verão o game e terão curiosidade de conhecer esse lugar, tão interessante e tão cheio de cultura”.

O usuário vai encontrar pelo caminho a Capela de São Francisco Xavier (de Nazaré da Mata), a Igreja da Misericórdia (em Olinda) e todo o acervo arquitetônico e urbanístico da Cidade Alta. No Recife, último estágio do jogo, o usuário irá levar o caboclo de lança pela rua da Aurora, Teatro de Santa Isabel, Prédio do Ginásio Pernambucano e ainda pelo conjunto arquitetônico, urbanístico e paisagístico do Bairro do Recife.

Desenvolvido pelos designers Matheus Calafange e Miguel Diniz, “A saga do caboclo de lança” teve seu protótipo apresentado para a comissão de fiscalização do Funcultura, no início do mês. Apresentará, inclusive, trilha sonora e o sound design totalmente autorais desenvolvidos pelo diretor de som Pedro Diniz e compostas por ritmos e instrumentos regionais, como xaxado, frevo, baião, maracatu, ciranda, coco, música armorial e manguebeat.

Raimundo Carrero lança livro

RETIRADO DO JORNAL O Globo

-x-x-x-x-x-

Raimundo Carrero lança livro com textos dele e de Ariano Suassuna desaparecidos há 40 anos
Escritor pernambucano fala sobre obra redescoberta, testemunho da longa e prolífera amizade entre os dois autores
POR LETÍCIA LINS
08/11/2014 7:00

2014-764769456-div_002.jpg_20141031[1]

Ilustração de Marcelo Soares para o livro “Romance do bordado e da pantera negra”, com textos de Raimundo Carrero e Ariano Suassuna

RECIFE — Autor de 23 livros, com um novo romance previsto para o início do próximo ano — “O senhor agora vai mudar de corpo” (editora Record), no qual relata o drama sofrido após um acidente vascular cerebral ocorrido em 2010 —, o escritor Raimundo Carrero está vivendo uma saga digna das histórias fantásticas com as quais tanto conviveu, quando jovem, na leitura de folhetos de cordel na cidade sertaneja de Salgueiro, onde passou a infância e o início da adolescência. Naqueles tempos, eram frequentes os cantadores e violeiros nas feiras do interior. Um conto seu, inspirado nos heróis da literatura popular e posteriormente transformado em poema de cordel por Ariano Suassuna, acaba de ressurgir, mais de 40 anos depois de ter desaparecido em uma enchente do Rio Capibaribe.

Continuar lendo “Raimundo Carrero lança livro”

Nenéu Liberalquino

RETIRADO DE O Nordeste

-x-

NENÉU LIBERALQUINO
Manoel Deodoro Liberalquino Ferreira
25/8/1960 (Canhotinho, Pernambuco)

Detentor de uma voz bem timbrada, já aos sete anos, estimulado pelo pai, começou a cantar em programas de rádio e televisão locais, conseguindo ganhar o I Concurso de Cantores Infantis do Nordeste, patrocinado pela Rede Globo Nordeste, produzido por Renato Phaelante e J. Raposo.

Chamado pelo diminutivo de Nenéu, escolheu entre os seus sobrenomes o Liberalquino e assim ficou conhecido.

Aos 16 anos, sentiu-se atraído pelo violão, influenciado pelo violonista Manoel Barbosa, amigo de seus pais, e também pela Escola Brasileira de Violão, representada por importantes nomes da música, como Paulinho Nogueira e Baden Powell.

Continuar lendo “Nenéu Liberalquino”

NÃO PERCAM

RETIRADO DO SÍTIO de O Globo

-x-x-x-x-x-

VEJA TAMBÉM que na quarta feira, dia 30/07/2014 será exibida sua ‘última’ entrevista no Canal Brasil

Ariano Suassuna era um iluminado, com uma memória prodigiosa. Conversar com ele era uma aula de mundo e de vida. Tinha um olhar pícaro e ágil, e conversava com humor contido mas permanente. Era dono de um conhecimento assombroso, que desfazia qualquer fronteira entre a chamada cultura erudita e a popular. Para Ariano, a vida e a arte eram muito mais que essas divisões que ele desprezava olimpicamente. Eram o resultado da capacidade humana de sonhar e acreditar no sonho, de imaginar as realidades ocultas naquilo que se vê e, assim, recriar a vida. Dizia que a arte não tem uma utilidade prática, mas uma função clara: aumentar a beleza e a alegria do mundo. Tinha certeza de que imaginação e realidade estão altamente entrelaçadas.

Continuar lendo “NÃO PERCAM”

Rock e repente x Lampião e Satanás

RETIRADO ORIGINALMENTE DE jornal O Globo

-x-x-x-

AMPLIFICADOR17.06.2014 13h45

O cangaceiro Lampião disputa uma partida de futebol com Satanás na parceria entre o rock do Vivendo do Ócio e o repente da dupla Caju e Castanha.

A canção “Futebol no inferno” ganhou um clipe lançado nesta terça-feira, dia do segundo jogo do Brasil na Copa do Mundo. A música  foi gravada no estúdio Costella, em São Paulo, por Chuck Hipólitho,  e o clipe tem direção de Carla Antunes e do baixista Luca Bori.

Oliveira de Panelas

VIDEOS ABAIXO GRAÇAS ao projeto “Um Brasil de Viola – Tradições e Modernidades da Viola Caipira”

www.umbrasildeviola.blogspot.com

Direção: Cacai Nunes
Edição: Joana Limongi
Câmera: Randal Andrade

Oliveira de Panelas em João Pessoa (PB) mostrando sua vivência com sua viola e o repente

NÓS QUEREMOS CIRANDAR – Colaborem!

Cirandeiros do Brasil e do mundo – “NÓS QUEREMOS CIRANDAR” – DIVULGUEM, COMPARTILHEM E COOPEREM COM A AÇÃO.
Caixa Econômica Federal:CENTRO CULTURAL ESTRELA DE LIA/CNPJ 08.284.461/0001-45
Agência-2546 Conta Corrente-925-2
Cirandeiros do Brasil e do mundo - "NÓS QUEREMOS CIRANDAR" - DIVULGUEM, COMPARTILHEM E COOPEREM COM A AÇÃO.
Caixa Econômica Federal:CENTRO CULTURAL ESTRELA DE LIA/CNPJ 08.284.461/0001-45
Agência-2546 Conta Corrente-925-2