Folhetos de cordel portugueses na Casa de Ruy!

RETIRADO DO SÍTIO Casa de Rui Barbosa

poemia

A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) convida para a exposição “Folhetos de cordel portugueses: coleção Arnaldo Saraiva”. A abertura será 11 de dezembro de 2014, quinta-feira. Ás 17 horas haverá uma mesa-redonda, na sala de cursos da FCRB, sobre o tema com a participação do colecionador Arnaldo Saraiva, do curador Alexei Bueno e do embaixador Alberto da Costa e Silva. Em seguida, às 18 horas, a abertura da exposição no Museu.

Continuar lendo “Folhetos de cordel portugueses na Casa de Ruy!”

Anúncios

Rezadeiras em Trajano de Moraes

RETIRADO DO SITE Mapa de Cultura RJ

-x-x-x-x-x-x-

Casa da rezadeira Aurélia. Foto: Cris Isidoro/Diadorim Ideias

As rezadeiras são presença marcante em Trajano de Moraes. Elas fazem rezas simples – no fundo de quintal de suas casas -, que para muitos trajanenses são os caminhos da cura. Nascida em 1946, Ioleda, conhecida na cidade como dona Dota, é mãe de 14 filhos e uma das rezadeiras mais antigas do município. “Curo desde os 18 anos de idade. Um dom recebido de Deus e repassado por meu pai, também rezador. Só que ele recebia espíritos pra rezar, eu não tenho espírito não”, explica Dona Dota. A rezadeira pede aos santos para afastar de tudo um pouco: quebranto, perna inchada, mal olhado.

Continuar lendo “Rezadeiras em Trajano de Moraes”

Guia Cultura.RJ – LANÇAMENTO DE LIVRO

RETIRADO DE Mapa de Cultura do Rio de Janeiro

-x-x-x-x-

O guia Cultura.RJ, fruto do Mapa de Cultura do Rio de Janeiro, estará disponível nas principais livrarias do estado a partir da próxima sexta-feira, dia 20.

Bilíngue, o guia ilustrado traz um recorte de algumas das principais atrações e roteiros do Mapa de Cultura. São onze mapas, cerca de 250 fotos e informações de serviço distribuídos em suas 416 páginas.

Garanta o seu em uma das seguintes lojas:
Travessa
Argumento
Bolívar
Copabooks
Galaxia
Leonardo da Vinci
Blooks
Instante do Leitor – Empório das letras
Largo das Letras
Gutemberg
HM livros
Sabor Literário
Eldorado

A Vingança dos Mortos

RETIRADO com muito gosto de Cia Imperial Lúdica \o/ – Facebook

-x-x-x-x-

A Vingança dos Mortos

O ano de 1875 foi atípico na Cidade Imperial de São Sebastião do Rio de Janeiro. Ninguém sabe direito o que aconteceu, os mais religiões culpam O Diabo (ele nega), os céticos afirmavam que foi um vírus, os magos dizem que foi um choque de retorno mágico, o fato foi: os mortos voltaram a vida. E parecem que estavam cansados da “paz do cemitério” pois botaram a cidade de pernas para o ar.

Cobrança de dívidas, acerto de contas, assassinatos, e outros fatos esquisitos. Não era incomum você encontrar aquele seu vizinho – morto há 10 anos – tomando café onde sempre tomava, ver maridos voltando para casa e vendo que alguém muito vivo havia tomado seu lugar e tantos outros problemas que somente a Morte evita. Mas uma classe sofreu mais ainda que todos, a dos estudantes de anatomia, em especial os médicos.

No dia 18 de Outubro, um grupo de cadáveres invadiu a Faculdade Imperial de Medicina, e obrigou os médicos a passarem pelo mesmo procedimento a que tinham sido submetidos após a passagem. Os gritos oriundos do edifício encheram a cidade de pavor (alguns dizem que até hoje é possível ouvir). Na foto vemos uma memória desse fatídico ano, a imagem é do Senhor Olivier, grande fotógrafo imperial, morto dez anos antes desse registro. A Vingança dos Mortos durou exatamente um ano, após esse período eles voltaram para os cemitérios, levando consigo os novos moradores.

Encanteria para Yemanjá

RETIRADO DO BLOG DO SR. Luis Nassif (notícia antiga – Rio de Janeiro)

-x-x-x-x-x-

sab, 08/02/2014 – 17:38 – Atualizado em 08/02/2014 – 17:40

No dia 1º de Fevereiro, artistas ocupam a Praça da Harmonia – Gamboa – Zona Portuárias do Rio de Janeiro em Homenagem a Yemanjá. O Bairro da Gamboa é Conhecido como a “Pequena África” porque ali  desembarcavam milhares de negros escravizados que seguiriam para diversos territórios do Brasil. Até hoje, nesta região se preservam vivas diversas manifestações artísticas e culturais de Heranças Africanas.

A Praça da Harmonia é a “Sede Pública” da “Grande Cia Brasileira de Mystérios e Novidades”, anfitriões e curadores do programa de “Arte Pública”. Uma política em Construção – 1º Festival carioca de Arte Pública, que também acontece em outras cinco praças do Rio de janeiro até o mês de Abril. Cada Praça tem um grupo anfitrião- curador.

A “Grande Companhia Brasileira de Mystérios e Novidades” foi fundada no ano 1981, em São Paulo, pela diretora Ligia Veiga, contribuindo para valorização do Teatro de Rua e preservação da memória cultural do país. Hoje sediada na R. Pedro Ernesto, 21/23 – no bairro da Gamboa.

Continuar lendo “Encanteria para Yemanjá”